Prazeres da vida #8



As saudades que eu tenho de nadar! Mergulhar no rio, na lagoa, na piscina, no mar. Sentir o meu corpo submerso, a leveza da água, a privação do oxigénio em prol de alguns segundos de paz aquática. Sentir as ondas a elevarem-me o corpo. As pedras e a areia debaixo dos meus pés. O cheiro a cloro na toalha. As rochas que me faziam escorregar. Secar ao sol! Sentir as gotas que se formam nos contornos do meu corpo evaporarem-se. O cabelo livre e indomável a torrar. 


É disso que eu sinto mais falta. Dispenso bem os calções, as t-shirts, as cores néon da moda, os gelados e as frutas frescas, os batidos, as limonadas a meio da tarde e os livros de corpo deitado na rede, com o vento quente a fustigar-me a alma. Gosto. Mas dispensava tudo isso se ao menos pudesse mergulhar e secar ao sol, como se fosse verão. É um prazer recém-descoberto que, só agora me apercebo, me faz muita falta.

Catarina Vilas Boas




You may also like

Sem comentários :

Digam-me de vossa justiça, revolucionários, obstinados, rebeldes e insurrectos.

Com tecnologia do Blogger.