Bottom line

Foi um ano bom. Foi um ano em que dei passos gigantes na minha evolução enquanto pessoa. Foi um ano em que encerrei capítulos penosos e iniciei outros com a frescura e leveza que só as páginas em branco nos podem dar. Foi um ano de surpresas. Umas boas, outras más. Foi um ano de realizações dolorosas e descobertas deliciosas. Foi um ano estruturado no meio da desestrutura. Desarrumado que só ele! Cheio de nervos à flor da pele e gritaria nas veias do pescoço. Foi um ano pesado. Porque carregava penitencias de outros anos, não porque fosse ele próprio encarregue dos castigos a que me auto-submetia. Foi um ano que teve de tudo no que toca à forma de ver a minha vida e o mundo, desde o pessimismo profundo, ao optimismo exacerbado, terminando em pleno e em bem no realismo que sempre me aqueceu a alma através de eras invernosas. Foi um ano de palavras, sítios e pessoas novas.

Bottom line, 2014 foi um ano bom. Difícil! Mas bom.

E 2015 será ainda melhor...
Catarina Vilas Boas  




You may also like

Sem comentários :

Digam-me de vossa justiça, revolucionários, obstinados, rebeldes e insurrectos.

Com tecnologia do Blogger.